Experience in Harlem

1st day of World in 120 and we arrive  at Newark Airport; 1st thing after clearing immigration is to find the train to go to Penn Station where we would take the subway to Harlem for our first AirBnB experience.

We enter the train and we notice one thing right away, this is how locals travel to school, work or any other day business they have. On that day there was a Yankees game that we also had tickets to, after checking in at our “home” for 2 days. Yes, that is how we want to see all the places where we stay.

Arriving Penn Station it was time to carry our baggage and head out to the subway, that was easy and after a few minutes we were walking North in the Harlem with our baggage, everyone looking at us and possibly thinking “those tourists are lost” but I told Elsa “walk as if you belong”, great joke! 😉

After 1,5 km walking we arrived the street we had been given to meet our host, but surprise surprise it was missing one thing, the house number, oops!

There we were walking up the street asking if anyone knew our host and where she lived, but no luck. We had a nice lady asking if wanted to rent an apartment.

IMG_2238

Elsa trying to talk to our host and I, as always, relaxed and taking photos.

We decided to stop and put our bags on top of the wall of one house and wait to see if the host saw us. It was not a long street so we thought we had a chance. After all we agreed a time.

After trying to call the host and leaving messages we decided to ring some bells! Some neighbors came out the door asking what we wanted and some living there for 20 years said that they did not recognize the name of our host.

A police car arrives at the street and parks 250 meters away, our comment, “we are really in the Harlem, the cops even park the car to patrol the street”, what we did not realize was that one resident called the police because strange people were waiting for something on her street.

We arrived the street around 4PM and we had the game at 7PM, around 5:30PM we decided to go to an establishment with internet and contact AirBnB. We put our bags in our backs and started walking, before we tried to talk with the lady that called the police and she also did not know our host name and the cops come out of the car and then we realized, they are there because of us.

We said sorry to bother the street and went back the 1,5 km towards until the subway station and there were the lost tourists again.

After contacting AirBnB we went to the game. A walk of around 3,5 km in the Harlem between our location and the Yankees Stadium in the Bronx and we walked as if we belonged. One thing is for sure, everyone looked but nobody asked anything.

IMG_2242

Walking to the game. Doesn’t she look like she belongs?

Game ongoing and we realized around 9PM that we still did not have a place to stay that night in New York in the Labor Day weekend.

IMG_2250

Don’t we look relaxed even though we did not have a place to stay?

Before the game finished we went out to McDonald’s (thanks for the free WiFi!) to access the internet ad find a new place to stay. After 50m looking we booked a night down town Manhattan.

It was good that it was the Yankees game because the police was all over the streets around the stadium, because the Bronx was scary for us at 10PM when we headed out to the subway after more than 24 hours awake.

Good way to start our experience… This is how we learn to handle the unexpected.

Bandeira Portuguesa

É o primeiro dia da aventura “World in 120” e chegámos ao Aeroporto the Newark; a primeira coisa a fazer foi passar pela alfândega e encontrar o comboio para nos levar à Penn Station em Nova York onde apanhámos o metro para Harlem onde iríamos ter a nossa primeira experiência com o AirBnB.

Entrámos no comboio e notámos de imediato que este comboio era usado pelos locais para irem para a escola, trabalho ou outros afazeres. Nesse dia houve um jogo de baseball dos Yankees para o qual nós também tínhamos bilhetes para assistir, depois de fazermos “check-in” na nossa “casa” por 2 dias. Sim, é assim que queremos ver estadias que vamos ter durante a aventura.

Depois de chegarmos à Penn Station foi hora de carregar a nossa bagagem e ir para o metro, essa parte foi fácil e depois de alguns minutos estávamos a andar em Harlem direcção Norte com a nossa bagagem. Muitos olhavam para nós e possivelmente pensavam “aqueles turistas estão perdidos” mas eu disse à Elsa, “caminha como se fosses de cá”, boa piada! 😉

Depois de caminhar 1,5km chegámos à rua onde iríamos encontrar a nossa anfitriã, mas para nossa surpresa algo faltava na morada que ela nos deu, o número da porta do prédio, oops!

Caminhámos a rua para cima e para baixo e perguntámos a várias pessoas se conheciam a nossa anfitriã e onde ela vivia, mas não tivémos sorte. Uma senhora muito simpática perguntou-nos se queriamos alugar um apartamento.

Decidimos parar e pousar as nossas mochilas num muro de um dos prédios e esperar para ver se a nossa anfitriã nos via. Não era uma rua longa por isso achámos que a probabilidade de isso acontecer seria grande visto que tínhamos combinado a hora a que chegávamos.

IMG_2238

A Elsa a tentar contactar a anfitriã e eu, como sempre, relaxado e a tirar fotos. (Elsa – “típico!”)

Depois de tentar contactar a anfitriã e deixar mensagens decidimos tocar algumas campainhas! Alguns vizinhos foram à porta perguntar o que queríamos, alguns viviam lá hà 20 anos e disseram que não reconheciam o nome.

Um carro da policia chega à rua e estaciona a cerca de 250m de onde estávamos, o nosso comentário, “estamos mesmo em Harlem, a policia até estaciona na rua para patrulhar”, o que não nos apercebemos foi que uma residente da rua tinha chamado a policia porque pessoas estranhas estavam à espera de alguma coisa na rua dela.

Chegámos à rua cerca das 4 da tarde e o jogo dos Yankees começava às 7 da tarde, e por volta das 5:30 da tarde decidimos ir a um estabelecimento com internet e contactar a AirBnB. Pusémos as mochilas às costas e começámos a andar, antes fomos falar com a senhora que tinha chamado a polícia (nessa altura não sabíamos), e ela também não reconhecia o nome da anfitriã, a polícia nesse momento sai do carro e então apercebemo-nos que eles estavam lá por nossa causa.

Pedimos desculpa por ter perturbado e começamos a caminhar de volta o quilómetro e meio para o metro e lá estavam os turistas outra vez.

Depois de contactar o AirBnB fomos ao jogo. Uma caminhada de 3,5km pelo Harlem, do nosso local até ao estádio dos Yankees no Bronx e nós caminhámos como se fossemos de lá. Uma coisa é certa, todos olhávam mas ninguém nos incomodou.

IMG_2242

A caminho do jogo. Não parece que ela caminha come se fosse de lá?

Durante o jogo verificámos que eram 9 da noite e ainda não tínhamos sítio onde dormir em Nova York no fim de semana do dia do trabalhador, o que quer dizer que muitos dos hoteis ou outros locais estavam cheios para as festas.

IMG_2250

Não parecemos relaxados mesmo sabendo que não tínhamos sitio onde ficar naquela noite?

Antes do jogo acabar fomos ao McDonalds (obrigado pela internet grátis!) para aceder à internet e encontrar a casa para essa noite. Depois de 50 minutos à procura reservámos uma noite no centro de Manhattan.

Foi muito bom que o jogo estar a decorrer porque a polícia estava em todo o lado, porque o Bronx foi um bocadinho assustador para nós às 10 da noite quando começamos a caminhar para o metro depois de mais de 24 horas acordados.

Boa maneira de começar a nossa aventura… É assim que aprendemos a enfrentar o inesperado.

Advertisements

2 thoughts on “Experience in Harlem

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s